Tag : faq-2

question-mark-iStock_000003401233Medium-copy

FAQ | Como montar orçamento de marketing digital?

Recebemos um material muito interessante e esclarecedor da Conta Azul em parceira com a Resultados Digitais, e queremos compartilhar com vocês, clientes, colegas de profissão, diretores de marketing e empreendedores.

Já estamos quase no mês de novembro e muitas empresas já começam a planejar 2015, assim como nós já falamos sobre isso por aqui. Pensando nisso, o material que queremos te mostrar consiste em um kit, com guia e uma planilha que vão auxiliar na definição do orçamento ideal para o marketing da sua empresa, de forma clara e objetiva.

Se interessou? Acesse este link para baixar o conte√ļdo gratuitamente.

O guia mostra como encarar o or√ßamento, diferentes pontos de partida para a cria√ß√£o dele e um passo a passo para chegar a uma solu√ß√£o final. Al√©m disso, h√° tamb√©m uma planilha que serve como modelo! N√≥s baixamos e recomendamos! Ele pode esclarecer algumas d√ļvidas e facilitar muito no planejamento para os pr√≥ximos meses de investimento e a√ß√Ķes de comunica√ß√£o.

Esperamos que goste e aproveite ao m√°ximo!

Tem uma pergunta que n√£o quer calar? Mande pra gente:¬†[email protected]¬†ou nos coment√°rios abaixo.

Ou quem sabe a sua pergunta já foi respondida? Veja nosso índice de FAQ:
‚Ėļ¬†Quanto devo investir em marketing?¬†Aprenda a calcular!
‚Ėļ¬†Como posso otimizar minhas campanhas de e-mail marketing? Estou fazendo certo?
‚Ėļ¬†Como escrever melhor na internet? Veja estas 7 dicas!
‚Ėļ¬†Qual √© a melhor forma de organizar a comunica√ß√£o interna da minha empresa?
‚Ėļ¬†Facebook Ads ou Google AdWords? Onde devo investir?

Coment√°rios

question-mark-iStock_000003401233Medium-copy

FAQ | Storytelling? Transmídia? Oi?

Oi! Já ouviu falar nestes termos mas não entendeu direito? Então agora é a hora de entender e ver porque storytelling é uma ferramenta poderosa que pode fazer muito por você, na sua vida, nos negócios, convencer, vender e conquistar mais.

Podemos defini-la de v√°rias maneiras, mas basicamente √© importante lembrar que ela √© a estrat√©gia de comunica√ß√£o ideal para compartilhar conhecimento (e a import√Ęncia disso, n√≥s j√° comentamos por aqui), utilizada pelo ser humano muito antes do que qualquer m√≠dia social. Calcula-se que, em torno de 30 a 100 mil anos atr√°s, a linguagem j√° come√ßava a ser desenvolvida pela humanidade.

Para entender ¬†melhor, repare na diferen√ßa entre estas duas palavras em ingl√™s: ‚Äúhistory‚ÄĚ e ‚Äústory‚ÄĚ. A primeira est√° relacionada com fatos reais, como o descobrimento da Am√©rica ou alguma coisa que aconteceu em nossas vidas. J√° segunda √© uma estrutura narrativa, que muitas vezes √© fic√ß√£o ‚ĒĬ†mas n√£o necessariamente. Na nossa l√≠ngua portugu√™s brasileiro, o correto √© escrever hist√≥ria para ambos os casos, ent√£o lembre-se que para falar de storytelling, a hist√≥ria na verdade remete ao conceito de story.

Portanto, “telling” uma hist√≥ria, ou seja, contar √© construir e organizar eventos em uma maneira l√≥gica, dentro de uma estrutura como esta, de forma simplificada:
> Quebra de rotina, para contar um fato extraordinário, pois histórias cotidianas são pouco atrativas;
> Protagonista,¬†o personagem com quem o p√ļblico vai se identificar e que est√° em busca de um objetivo;
> Antagonista,¬†o respons√°vel por criar obst√°culos para o protagonista, pode ser uma pessoa, algo imaginado, um problema de sa√ļde e diversas outras situa√ß√Ķes ou personagens;
> Conflito, os momentos de tensão entre os opostos, que são elementos capazes de segurar a atenção do espectador;
> Plot, que é o enredo em si, onde os eventos são organizados do início ao fim, passando por um clímax, aquele momento alto da história.

E é assim que uma história é construída, há milhares de anos, por nossos ancestrais, contando sobre família, ensinando a história da vida, falando sobre Deus e todas as outras coisas do universo. Assim como conhecemos até hoje, em livros, filmes, seriados, novelas, quadrinhos e games.

O poder do storytelling √© grande e consideramos uma √≥tima estrat√©gia, simplesmente porque guardamos uma informa√ß√£o mais facilmente quando ela est√° nesse tipo de estrutura. O segredo √©¬†atribuir significados emocionais a elementos t√©cnicos e aproximar o p√ļblico por meio de um contexto.
E isto está comprovado: um fato tem 20x mais chance de ser lembrado se estiver ancorado em uma história, como descobriu e apresentou o psicólogo Jerome Bruner.

Todos nós temos uma coleção de memórias em nosso cérebro, em forma de fotos e vídeos, histórias e até piadas, não é?
Portanto, podemos dizer que uma campanha para determinada marca, quando utilizando de storytelling, pode valorizar muito o conte√ļdo, atrair mais clientes e f√£s e, diferentemente de um comercial de TV de 30 segundos, pode ter uma dura√ß√£o de anos ou d√©cadas.
Histórias tocam, atraem, geram identificação e são capazes de se tornar inesquecíveis.

35358_0_wilson_the_volleyball

Lembra?

Grandes marcas já praticaram e comprovaram, o grande exemplo é do filme O Náufrago, com Wilson.

Agora sobre transm√≠dia storytelling¬†√©, basicamente,¬†contar uma hist√≥ria em diferentes m√≠dias, tendo consci√™ncia de que cada uma exige uma narrativa espec√≠fica e atinge p√ļblicos distintos. Uma boa hist√≥ria encanta a todos, mas a forma como ela √© contada e explorada, pode interferir muito na experi√™ncia do espectador ao ter contato com ela, e este √© mais um crit√©rio estrat√©gico para trabalharmos na comunica√ß√£o.

Se interessou e quer saber mais sobre este mundo de contar histórias?
Neste link existem alguns cases mais recentes em mídias sociais e neste link temos um infográfico bem interessante para convencer de vez porque storytelling é uma ferramenta incrível para comunicar e vender.

Tem uma pergunta que n√£o quer calar? Mande pra gente:¬†[email protected]¬†ou nos coment√°rios abaixo.
Ou quem sabe a sua pergunta já foi respondida? Veja nosso índice de FAQ:
‚Ėļ¬†Quanto devo investir em marketing?¬†Aprenda a calcular!
‚Ėļ¬†Como posso otimizar minhas campanhas de e-mail marketing? Estou fazendo certo?
‚Ėļ¬†Como escrever melhor na internet? Veja estas 7 dicas!
‚Ėļ¬†Qual √© a melhor forma de organizar a comunica√ß√£o interna da minha empresa?
‚Ėļ¬†Facebook Ads ou Google AdWords? Onde devo investir?

Coment√°rios

question-mark-iStock_000003401233Medium-copy

FAQ | Como utilizar a internet com segurança?

Durante esta semana, ficamos sabendo de um golpe milion√°rio envolvendo 500 v√≠timas e R$ 2 milh√Ķes furtados atrav√©s de a√ß√Ķes online. A quadrilha conseguiu reproduzir p√°ginas e e-mails de alguns bancos brasileiros, com formul√°rios onde o usu√°rio deveria preencher com os dados, e estes eram enviados diretamente para os respons√°veis pelo golpe.

Mesmo com diversos avisos dos bancos, alertando que n√£o mandam e-mails pedindo dados e senhas, os correntistas ainda caem nessas armadilhas. At√© pessoas mais experientes no assunto podem cair, pois os golpistas cada vez mais aprimoram seu trabalho para enganar… e conseguem, infelizmente.

Por isso separamos algumas dicas para que sejam sempre lembradas, e em situa√ß√Ķes suspeitas, o ideal √© n√£o clicar em nada, e sim pensar, analisar, e se certificar o que pode ser determinado link ou solicita√ß√£o:

#1 РCartilha de Segurança para Internet: para os mais novos usuários, que estão aprendendo ainda ou já caíram em golpes e querem ter mais cuidado, esta cartilha é super recomendada. Foi desenvolvida pelo Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil e eles até desenvolveram um fascículo específico para o Internet Banking, vale a leitura!

Dica! Os fascículos são disponibilizados em PDF, portanto podem até ser impressos e distribuídos aos colaboradores de uma empresa, por exemplo.

#2 – Seguran√ßa em sites de bancos: todos os bancos possuem uma p√°gina pr√≥pria com dicas e orienta√ß√Ķes para um uso seguro dos servi√ßos online. Acesse o site do(s) banco(s) onde tem conta e leia os itens da p√°gina de seguran√ßa, vale √† pena atentar-se aos alertas. Por exemplo: p√°gina do Ita√ļ.

Dica! Atente-se ao ícone de cadeado, os sites bancários usam criptografia. Por isso, ao lado do endereço ou na barra inferior do navegador deve constar um cadeado.

#3 – Senha:¬†crie senhas inteligentes, com diversos caracteres, letras, n√ļmeros, s√≠mbolos e mai√ļsculas. Isso √© mais importante do que parece. Quer uma ajuda? Veja os 5 erros que voc√™ deve evitar ao cri√°-la, clicando aqui.

#4 – Bom senso:¬†para isso, n√£o h√° software ou aplicativo. Avalie qualquer situa√ß√£o suspeita e n√£o clique enquanto n√£o tiver certeza de que √© seguro. N√£o acredite em tudo que v√™ por a√≠, em brindes, dinheiro ou pr√™mios “gratuitos”. Tenha cautela e n√£o confie 100% em tudo ou em todos.

Esperamos que as dicas ajudem a ter uma experiência online com mais aspectos positivos e menos problemas! ;)
Nosso trabalho é promover boas práticas na internet e otimizá-la para os usuários, gerando bons resultados a todos.

Coment√°rios

question-mark-iStock_000003401233Medium-copy

FAQ | Como entender o p√ļblico-alvo?

√Č bem comum conversarmos com administradores ou gerentes de marketing de empresas que ficam com algumas d√ļvidas sobre o p√ļblico-alvo. Mesmo ap√≥s anos de atua√ß√£o, √© poss√≠vel que aconte√ßam altera√ß√Ķes no perfil do p√ļblico consumidor que d√£o um susto nas marcas. Podem ser comportamental, demogr√°fico, geogr√°fico ou tecnol√≥gico, existem diversas varia√ß√Ķes que podem impactar a rela√ß√£o, e o jeito √© acompanhar sempre os indiv√≠duos (e suas caracter√≠sticas) que fazem parte do seu p√ļblico-alvo.

Pensando nisso, criamos uma lista de dicas e a√ß√Ķes que devem ser realizadas constantemente para acompanhar o seu estimado p√ļblico, que merece muita aten√ß√£o, ser ouvido, considerado e receber um bom relacionamento com a sua marca e empresa.

‚úď Ponto de Vista:¬†mesmo j√° tendo as informa√ß√Ķes definidas do seu p√ļblico-alvo, √© importante sempre lembrar de se colocar no lugar do cliente, imaginar situa√ß√Ķes, argumentos e estrat√©gias que v√£o atingir e promover resultados interessantes. Comporte-se e visualize no lugar dele e se poss√≠vel, pe√ßa para outras fazerem o mesmo, √© uma forma interessante de validar comportamento.

‚úď Google Analytics: tanto para e-commerce quanto para neg√≥cios f√≠sicos, os dados e m√©tricas oferecidos pelo Analytics podem dizer muito sobre o p√ļblico-alvo. S√£o informa√ß√Ķes geogr√°ficas, demogr√°ficas, de interesse e de comportamento valiosas. √Č poss√≠vel perceber como, quando e por quanto tempo o cliente acessa o site, quais p√°ginas ele permanece por mais tempo e quais informa√ß√Ķes ele busca. Os dados de tr√°fego e refer√™ncias evidenciam um pouco mais o comportamento do usu√°rio, pois identifica de que forma ele chegou ao site, tudo em detalhes, um prato cheio para quem gosta de analisar e cruzar dados para chegar a boas conclus√Ķes!
Screen-Shot-2014-06-05-at-1.38.23-PM

‚úď Pesquisa de informa√ß√Ķes: estar sempre ligado em novidades e pesquisando (pois nem sempre elas aparecem na sua tela) √© uma a√ß√£o constante que deveria ser h√°bito. Utilizando as palavras-chave corretas e tendo o bom senso de ler artigos e mat√©rias relevantes, confi√°veis e recentes √© um recurso simples e super eficaz. H√° tamb√©m outras ferramentas que facilitam e mostram estes dados relevantes, como o Google Trends, o¬†Consumer Barometer¬†e ferramentas de planejamento do Google AdWords. Eu, particularmente, tamb√©m gosto muito de buscar artigos sobre tend√™ncias de mercado. H√° empresas especializadas em estud√°-las e suas comprova√ß√Ķes nunca falham, a tend√™ncia sempre acontece!

‚úď Feedback:
a melhor forma, sem d√ļvida, de saber exatamente o que seu p√ļblico-alvo e cliente pensam e almejam, √© oferecer um canal de feedback e incentivar o uso. Quanto mais simples, r√°pido e claro for, melhor. √Č poss√≠vel montar um formul√°rio bacana, intuitivo, com campos para as informa√ß√Ķes mais relevantes que v√£o te ajudar a entend√™-lo junto com outras informa√ß√Ķes, coletadas de outras formas.
Se o cliente entrou em contato com o SAC da sua empresa, que tal aproveitar e pedir para que responda a uma rápida pesquisa de satisfação? Toda oportunidade é válida!

‚úď Teste A/B: e ent√£o chega um momento em que voc√™ tem uma boa estrat√©gia definida, uma an√°lise bacana do seu p√ļblico-alvo e √© hora de executar as a√ß√Ķes. Certamente voc√™ j√° deve ter ouvido falar de a√ß√Ķes que n√£o deram certo… √†s vezes, realmente, n√£o √© como esperamos! Mesmo com pesquisas pr√©vias, estudos, an√°lises… o p√ļblico pode nos surpreender!
Dependendo do produto ou serviço e tipo de negócio, é possível realizar testes A/B e verificar, na prática, qual modo é mais eficaz e trará melhores resultados.

N√£o h√° uma receita, mas existem in√ļmeros recursos para voc√™ estudar e analisar o seu cliente atual e o potencial. O ideal √© manter-se sempre em dia com as informa√ß√Ķes, m√©tricas e dados, se atualizando constantemente.

Tem uma pergunta que n√£o quer calar? Mande pra gente:¬†[email protected]¬†ou nos coment√°rios abaixo.
Ou quem sabe a sua pergunta já foi respondida? Veja nosso índice de FAQ:
‚Ėļ Quanto devo investir em marketing?¬†Aprenda a calcular!
‚Ėļ Como posso otimizar minhas campanhas de e-mail marketing? Estou fazendo certo?
‚Ėļ Como escrever melhor na internet? Veja estas 7 dicas!
‚Ėļ Qual √© a melhor forma de organizar a comunica√ß√£o interna da minha empresa?
‚Ėļ Facebook Ads ou Google AdWords? Onde devo investir?

Coment√°rios

question-mark-iStock_000003401233Medium-copy

FAQ | Google AdWords ou Facebook Ads?

Inaugurando o FAQ, uma das perguntas que mais ouvimos: onde investir se quero aumentar vendas? Google ou Facebook?

Pessoal da Miler, tenho um e-commerce que est√° indo muito bem! Tenho um p√ļblico segmentado, clientes que confiam no meu neg√≥cio e visitam a loja com certa frequ√™ncia, al√©m de indic√°-la a amigos. Sendo assim, h√° disposi√ß√£o para aumentar a verba em comunica√ß√£o, quero ter mais vendas com novos clientes, onde investir grana: no Google AdWords ou no Facebook Ads?

Agradeço desde já,
Senhor Dilema

Prezado Senhor Dilema,

Sua d√ļvida com certeza percorre a mente de muitos empres√°rios e gestores de vendas mundo afora. Afinal, o Google √© a rede de pesquisa mais utilizada do mundo (mais de 80% no Brasil) e o Facebook √© a rede mais populosa do universo (quase 50 mi de brasileiros)!
O que devemos analisar a√≠ √© o objetivo do usu√°rio ao acessar cada ambiente: no Google ele est√° procurando o que deseja, atrav√©s de pesquisa, podemos perceber que o usu√°rio est√° determinado a encontrar informa√ß√Ķes e quem sabe comprar algo relacionado; j√° no Facebook, ele esta visualizando diversas informa√ß√Ķes, muitas delas s√£o interessantes mas n√£o significam que ele estava buscando por elas, sendo assim podendo ser facilmente ignoradas.

Podemos compar√°-los com situa√ß√Ķes reais, veja s√≥!
> O Google é um shopping: nós, consumidores, vamos até ele para pesquisar lojas e produtos semelhantes, muitas vezes já com a intenção de comprar. Portanto as chances de buscas converterem em compras são maiores.

> O Facebook √© uma pra√ßa com vendedores ambulantes: n√≥s, consumidores, estamos vendo as op√ß√Ķes, somos abordados por lojas, descobrimos novidades de produtos mas na verdade, n√£o temos real inten√ß√£o em fazer compras, assim a probabilidade de uma convers√£o √© baixa.

De forma certeira, o Google AdWords √© o melhor caminho para conseguir mais vendas, sem d√ļvida!
Mas o Facebook, por outro lado, oferece um perfil super completo de usu√°rios, permitindo a empresa um meio de atingir em cheio o p√ļblico-alvo. Estrat√©gias de relacionamento de cliente, aproxima√ß√£o com o p√ļblico e at√© est√≠mulo √† compra por impulso s√£o formas de se trabalhar bem na rede social, sendo o retorno do investimento mais lento e a convers√£o morna.

Assim sendo, Sr. Dilema, o legal é investir sua grana nos dois! Um complementa o outro. Se quer dar um gás nas vendas, planeje sem medo uma estratégia no Google (AdWords, Display e Shopping, aproveite tudo!) e aguarde as vendas. Esperamos que consiga atender a demanda! ;)

Atenciosamente e esperando ter esclarecido suas d√ļvidas,
Eve

Tem uma pergunta que n√£o quer se calar? Mande pra gente: [email protected] ou nos coment√°rios abaixo.
Ou quem sabe a sua pergunta já foi respondida? Veja nosso índice de FAQ:
‚Ėļ¬†Quanto devo investir em marketing?¬†Aprenda a calcular
‚Ėļ¬†Como posso otimizar minhas campanhas de e-mail marketing? Estou fazendo certo?
‚Ėļ¬†Como escrever melhor na internet? Veja estas 7 dicas!
‚Ėļ¬†Qual √© a melhor forma de organizar a comunica√ß√£o interna da minha empresa?


Coment√°rios